Brasão da cidade de Pinheiro Machado

Brasão da cidade de Pinheiro Machado

Bandeira da cidade de Pinheiro Machado

Bandeira da cidade de Pinheiro Machado

Através da Lei Municipal nº 1.687/94, instituiu-se a música Milonga pra Cacimbinhas como Hino Nativista do Município de Pinheiro Machado.
A composição foi escolhida a Música Mais Popular pelo público presente na Comparsa da Canção Nativa, em sua 7ª edição.

A letra baseia-se em pesquisa sobre assuntos relacionados a história do município, realizada pelo Major Sejanes Dornelles e acabou representando o município de Santa Vitória do Palmar durante o festival.

Autor da Música: Quininho Dornelles
Autor da Letra: Sejanes Dornelles
Ritmo: Milonga
Intérprete: Quininho Dornelles

Eu canto a velha querência
Da “Cacimbinha da Luz”

Onde por fé em Jesus
E na água da verdade
Um cego viu claridade
Na “Cacimba do Camacho”
Nasceu um povoado macho
Defensor da liverdade.

Entre a “Serra do Veleda”
E o “Topo das Asperezas”
Tua crioula beleza
Nesta guasca geografica
É suprema garantia
De progresso e de fartura
Deus que te dê a ventura
Que mereces tal valia.

“Nossa Senhora da Luz”
E “Pouso das Cacimbinhas”
Dentro da história caminhas
Para um futuro grandioso
E teu nome tão saudoso
Sem consultar foi mudado
Para “Pinheiro Machado”
Mas não baixaram o toso.

Hoje cidade bonita, pequena mas enfeitada
És a eterna namorada da campanha Riograndense
E um povo que luta vence
Bondoso, guapo e sem luxo
Melhor padrão do gaúcho
Antigo “Cacimbinhense”.

Passo das Pedras, “Porongos”
Na campanha e “Cerro Chato”
“Cerro Partido” é de fato
Esteio firme de lei
“Curral de Pedras”, eu sei
É chão de muito tutano
“Camaquã” sem desenganos
Com “Alegrias” direi.