Prefeitura de Pinheiro Machado quita aproximadamente R$ 2 Milhões em Vale-Alimentação atrasado

A Prefeitura de Pinheiro Machado, neste mês de junho, alcançará a marca de aproximadamente R$ 2 milhões em quitação de vale-alimentação atrasado, referente aos anos de 2017 a 2020. Esse esforço faz parte de uma iniciativa para regularizar as pendências financeiras com os servidores municipais.

A medida foi aprovada em assembleia pelo Sindicato dos Municipários de Pinheiro Machado (SIMPIM) em setembro de 2022. Na ocasião, ficou estabelecido que a administração municipal assumiria uma dívida de R$ 3,4 milhões relacionada ao vale-alimentação em atraso.

Desde então, a Prefeitura tem se dedicado a honrar esse compromisso, com o objetivo de proporcionar melhores condições aos funcionários públicos do município. Aproximadamente metade do valor total já foi quitado até o momento, representando um avanço significativo no processo de regularização das obrigações financeiras.

Ronaldo Madruga, prefeito de Pinheiro Machado, ressaltou a importância de sanar essas dívidas para garantir o bem-estar dos servidores e a eficiência dos serviços prestados à população. Ele destacou que a gestão municipal tem trabalhado com responsabilidade e transparência para corrigir as falhas encontradas.

Essa medida não só beneficia os servidores, mas também impulsiona o comércio local, onde são gastos pelos beneficiários, fortalecendo a economia do município.

Junto à parcela do vale em atraso, a prefeitura segue pagando em dia os salários dos servidores, tanto como os valores do vale-alimentação, demonstrando o compromisso contínuo com o bem-estar dos funcionários e a estabilidade financeira do município.

Além disso, após 10 anos sem reajuste, a atual gestão apresentou uma proposta de aumento no valor do vale-alimentação no ano de 2023. Essa proposta, foi aprovada pela Câmara de Vereadores, e elevou o benefício em 40%, passando de R$ 180,00 para R$ 261,00.